quarta-feira, 3 de março de 2010

1ª AULA -CONCEITOS

Conceito de Médium e Mediunidade

• Médium - pessoa que pode servir de intermediária entre os Espíritos e os homens.
• Mediunidade - a faculdade dos médiuns, ou seja, a faculdade que possibilita a uma pessoa servir de intermediária entre os Espíritos desencarnados e os homens.

Somos todos médiuns?

De forma generalizada poderíamos afirmar que sim. Todos os indivíduos possuem rudimentos da faculdade mediúnica, já que podem ser influenciados pelos Espíritos. Através do pensamento, as entidades da esfera extra física, podem atuar sobre todos nós, de forma imperceptível.
Todavia, de forma particular, na prática espírita cotidiana, é não a resposta. Orienta Allan Kardec que se deve reservar esta expressão apenas para as pessoas que permitem a produção de fenômenos patentes e de certa intensidade:
"Pode-se dizer, que todos são mais ou menos médiuns. Usualmente, porém, essa qualificação se aplica somente aos que possuem uma faculdade bem caracterizada, que se traduz por efeitos patentes de certa intensidade, o que depende de uma organização mais ou nos sensitiva." [LM - it 159].

Classificação geral dos Médiuns

A faculdade mediúnica não se revela em todos da mesma maneira. Os médiuns têm geralmente aptidão especial para esta ou aquela ordem de fenômenos, o que os divide em tantas variedades quantas são as espécies de mediunidade.
Médiuns: de Efeitos Físicos, sensitivos, intuitivos, audientes, videntes, psicofônicos, curadores, muitos outros (vide: livros dos médiuns).

Desenvolvimento Mediúnico

É o ato de fazer crescer, progredir, expor a faculdade que permite aos homens comunicar-se com os Espíritos.
Se nós falamos somente em desenvolvimento mediúnico e não em “criar” mediunidade ou médiuns, é certamente porque esta faculdade não se cria numa determinada pessoa que não a possua. O médium já nasce médium. Cabe-nos, portanto, se possuidores da faculdade mediúnica, nos esforçarmos por exercê-la com devotamento e humildade.

Por que desenvolver a mediunidade?

De posse destes conceitos, forma-se uma nova dúvida em nossa mente: Por que desenvolver a mediunidade? Presença de mediunidade significa necessidade de trabalho na Seara Espírita? Nós sabemos que na Terra estamos rodeados por Espíritos desencarnados que a todo instante, através do pensamento, nos influenciam e são influenciados por nós. Sendo os médiuns, por características próprias de seu corpo físico, indivíduos mais sensíveis, captam com maior facilidade a influência dos Espíritos, podendo sofrer, às vezes, conseqüências desagradáveis em decorrência de possuir em uma faculdade que não conhecem e não dominam.
Além disso, nós sabemos que da faculdade mediúnica podem dispor-se bons e maus Espíritos, podendo, no caso dos maus, levarem o médium ao desequilíbrio.

Como proceder ao desenvolvimento mediúnico?

Allan Kardec e vários benfeitores espirituais nos orientam que, no desenvolvimento mediúnico, temos de vencer três etapas: intelectual - material - moral.
a) Etapa Intelectual: é representada pela necessidade do estudo.
b) Etapa Material: é o adestramento, uma forma de treinamento da faculdade mediúnica, uma familiarização com as técnicas envolvidas no processo da mediunidade.
c) Etapa moral: Somente nossa evolução moral, nossa melhora e nosso crescimento para o Bem poderão garantir-nos o assessoramento dos bons Espíritos e o exercício seguro da mediunidade, por nossa sintonia com o Bem.

Alguns cuidados devem ser tomados por todos aqueles que aspiram ao desenvolvimento mediúnico:

Culto do evangelho no lar, participação em obras assistenciais, freqüência ao centro espírita, estudos coletivos e reforma intima.

“Elevemos nosso padrão de conhecimento pelo estudo bem conduzido e apuremos a qualidade de nossa emoção pelo exercício constante das virtudes superiores...”

Dentro destes critérios de desenvolvimento da mediunidade, mesmo que nenhuma faculdade venha a desabrochar, tenhamos a certeza que estaremos desenvolvendo-nos espiritualmente e capacitando-nos para o exercício da mediunidade com Jesus.
1ª aula -Grupo Espírita de Estudos e Trabalhos Mediúnicos
03/03/10

2 comentários:

Oscar disse...

Amiga, vc colocou com muita propriedade, significando dizer que com uma simples leitura, coloca qualquer um ao par do conceito de médium e mediunidade. Quanto a 1ªaula. analisando dentro da minha ótica, senti um grupo homogêneo, vibrante, proporcionando uma energia que envolveu todo o ambiente principalmente aqueles médiuns, que foram utilizados pela espiritualidade, para nos passar mensagens que motivou e deu força a todos participantes do Grupo Espírita de Estudos e Trabalhos Mediúnicos. Que Deus proteja e ilumine todos aqueles que com dedicação e perseverança, colocam sua mediunidade com amor e devoção a ajudar sempre. Muita paz

Angel disse...

Com certeza amigo, frutos nascerão da dedicação de todos!! abraço!